Saiba como se diferenciar nas negociações com o Marketing de Guerrilha

Por Leomara Duarte

Na hora de divulgar um produto ou serviço, a criatividade é garantia de sucesso. O Marketing de Guerrilha se destaca, portanto, como uma solução diferenciada e inovadora.

Lembre-se que o elemento surpresa é essencial para que um outdoor ou anúncio virtual fique na memória das pessoas.

Infiltrar o seu público em um espaço físico ou virtual não é uma boa ideia, mas sim atraí-lo para algo inesperado e que provoque uma reação. É nisso que se baseia o marketing de guerrilha.

Portanto, se você deseja influenciar seu público, leia o texto a seguir para entender o que é marketing de guerrilha.

O que é Marketing de Guerrilha?

O marketing de guerrilha é uma forma não convencional de promover produtos ou serviços. É uma forma criativa de marketing que usa táticas inesperadas para chamar a atenção do público-alvo. Ele pode ser usado de várias formas, como arte de rua, flash mobs e outras acrobacias públicas.

Muitas pessoas associam o marketing de guerrilha a empresas terceirizadas que vendem produtos sem marca usando táticas de guerrilha e outras técnicas que não são práticas padrão para o setor.

Embora existam muitas empresas que usam esse método tradicional, muitas empresas de sucesso agora usam o marketing de guerrilha para promover seus produtos de maneira mais artística, realizando apresentações, enviando cartões postais e fazendo vídeos virais que são divulgados na mídia.

Esses métodos criativos foram adotados por muitas empresas menores, bem como por algumas corporações maiores, especialmente na música popular e em outros campos de entretenimento.

O marketing de guerrilha é um marketing eficaz, provavelmente não para todas as empresas, mas vale a pena considerar quando você precisa promover um produto ou ideia de forma eficaz.

Onde surgiu o nome Marketing de Guerrilha?

Atualmente, uma das principais medidas do sucesso de uma campanha de marketing de guerrilha é seu alcance massivo nas redes sociais. No entanto, as origens dessa estratégia de marketing remontam ao final dos anos 1970, quando a Internet ainda era o sonho do futuro. Sem o conhecimento de muitos, essa contradição tem origem literária, pois o conceito de marketing de guerrilha foi elaborado por um autor americano chamado Lyconrad Levinson, que publicou o livro "Guerrilla Marketing" em 1984 .

A relação entre este livro e as táticas de comunicação é baseada em uma análise da Guerra do Vietnã e, mais precisamente, das táticas usadas pelo Vietnã do Norte. Estes, ao contrário dos sul-vietnamitas, não tinham apoio dos EUA e tiveram que desenvolver várias técnicas criativas de guerrilha para conter e atrasar o exército do Tio Sam, que estava usando a melhor tecnologia de guerra que o dinheiro poderia comprar. Esse insight veio de uma situação em que a criatividade prevaleceu sobre os altos investimentos monetários.

Vale a pena investir no marketing de guerrilha?

Sabendo que esta forma de marketing cresce a cada dia, faz todo o sentido porque promete fazer mais com menos.

Porém, o que será que torna o resultado tão expressivo? Saber isso será fundamental para entender como formular ações bem-sucedidas.

Se compararmos o modelo de marketing de guerrilha com o marketing tradicional, nem sempre encontramos uma grande diferença em termos técnicos.

Afinal, os dois contam com anúncios que tentam chamar a atenção para um produto, serviço ou ideia. A diferença está mesmo no método.

Hoje, todos somos bombardeados com informações, tarefas urgentes e prazos apertados.

Portanto, é natural ser mais seletivo sobre o que merece nosso tempo e atenção, você não concorda?

Como resultado, a publicidade tradicional tornou-se uma distração fácil. Ninguém quer ser incomodado por anúncios irritantes.

O marketing de guerrilha, por outro lado, visa atrair tanto a atenção que não pode ser ignorado e, acima de tudo, criar uma impressão duradoura na mente dos clientes.

É ainda mais focado em obter uma resposta do consumidor, talvez fazendo-o reconsiderar suas prioridades e hábitos pessoais, métodos de trabalho ou até mesmo "incomodar" a concorrência.

E aí, gostou de saber sobre o marketing de guerrilha? Então compartilhe esse post nas suas redes sociais e marque os amigos que precisam conhecer essa tecnologia!

Compartilhe:

Sinta-se à vontade para nos escrever.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais recentes

Instagram

Esta mensagem de erro é visível apenas para administradores do WordPress

Erro: nenhum feed com a ID 1 foi encontrado.

Vá para a página de configurações do Instagram Feed para criar um feed.

Newsletter

Cadastre-se na nossa newsletter, para ficar por dentro de tudo sobre marketing digital!

    plugins premium WordPress